quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

que me{te} ame, que me{te} ame


«Que goste de mim como eu sou, nem eu sei como é, mas que ele saiba. Que não precise de ginásticas nem palavras contadas. Que não haja jogo.  Que se preocupe comigo e eu saiba, que eu sinta. E o contrário. Que me deixe amá-lo. Que o melhor dos seus dias sejamos nós. Que sorria quando pensa em mim. Que amanhã seja sempre bom por ser mais um dia. Que seja calmo, que me acalme. Que me respeite mais que tudo. Que saiba que eu estou lá, vou lá estar sempre. Que seja muito bom sempre, enquanto dure. Que dure muito. Que seja a vida. Que olhe nos meus olhos e se encontre, que nos seus olhos eu esteja em casa, onde estiver. Que a minha gargalhada e a sua gargalhada sejam as mais poderosas. Que o resto do Mundo não interesse muitas vezes. Que eu possa ser sempre quem eu quiser. Que ele seja livre. Que valha sempre a pena. Que quase nunca haja dúvidas. Que os seus sonhos se realizem. Que o meu sorriso lhe cure muita coisa. Que sorria para mim sem mais nada. Que me conte segredos, que tenhamos segredos. Que sinta que é certo. Que o tempo que vem seja sempre muito pouco para nós.
Que me ame, que me ames.»
{da minha querida margarida... só podia.} 

correr na neve


Claro que corri na neve de Berlim! Estavam -2ºC.

vanish oxi action


Sou uma das embaixadoras da campanha Vanish Oxi Action. Digam-me lá umas coisitas sinceras:

1 - Já ouviram falar neste produto?
2 - Gostam?
3 - Compram com frequência?

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

de volta!


Estou de volta... a viagem foi excelente. Berlim estava, desta vez, muito mais bonita do que da última vez que a visitei. Gostei muito. Venho absolutamente dorida dos músculos... andei em média cerca de 15 Km por dia, quase sempre com temperaturas negativas e muita neve. A juntar a isso, estou entupida do nariz e os voos de ontem deixaram-me surda que nem uma porta. À parte disso, estou impecável. Fotos em breve! 

domingo, 17 de fevereiro de 2013

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

aston martin cygnet

Sempre gostei de carros mas a minha pancada e aquele que é o meu carro de sonho resume-se a uma marca - Aston Martin. E hoje apresentaram-me este bebé... 

Aston Martin Cygnet



É um citadino cheio de pinta. Ficava-me tão bem...

amote


«Não percebo porque é que "amo-te" se escreve desta forma: amo-te! Quando deveria ser desta: amote. Amo-te não deveria ter hífen ou tracinho, como se costuma dizer. O amote de que falo, este, não deveria ter espaço, para que nenhuma letra respirasse, para que ficassem ali as letras apertadinhas de forma a não caber mais nenhuma. Porque a verdade é que, quando se ama alguém, não cabe mais ninguém ali. Porque não há espaço. Porque as letras estão literalmente sufocadas por essa palavra que se deveria escrever apenas e só assim: Amote.»  
Fernando Alvim, (2012) ''Não és tu sou eu'', página 13

o que eu me ri

{da nossa mãe solteira}

empregos vs compras


Um pouco extremista mas a ideia é mais ou menos esta. Acredito que os tempos de comprar coisas que não precisamos já não está tão presente. Para além disso, se é para odiar o que se faz mais vale gastar em algo que de facto gostamos e precisamos. O problema é quando se trabalha no que não se gosta e ainda assim não dá para comprar o que se precisa. Já nem estou a falar no que se gosta... é precisar mesmo. Moral da história... mais vale trabalhar em algo que dê prazer e o pouco que se ganha, gastar em algo que se gosta. Verdade?

feliz dia namorados


Mimem as vossas pessoas. Digam muitas vezes o quanto são importantes. Façam-nas sentir que são únicas. Dêem-lhes valor. Façam-nas sentir que são a coisa mais importante da vossa vida. Amem por inteiro. Sejam felizes, namorados. ♥♥♥

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

é fogo que arde


Uma chama inofensiva pode ter a capacidade de causar um incêndio avassalador.

love me

coisas da chafarica


Acho mais ou menos normal que se escreva o nome dos iogurtes, nos tupperwares do almoço, nos furadores, nas máquinas de calcular e até nos cabides dos casacos... mas identificar sabonetes das mãos?! Ena pá, é muito à frente. 

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

rihannas da vida


Esta cena da Rihanna com o Chris Brown é que eu não entendo. Não que tenha que entender, porque não tenho nada que ver com a vidinha deles mas bolas... ela levou que nem gente grande e agora está ali com aquele ar mega apaixonado? Fogo... Mas vendo bem, quantas mais Rihannas existem por aí? Muitas, com certeza. Infelizmente. :(

mini escritório


Aqui está uma solução bem gira para uma mini divisão que queiram transformar em escritório. 
Eu gosto muito. {sem os bibelôs, claro}

talento pro desenho


Quem serão estes 2 senhores? Fácil fácil...
{do Fake Stuff que tem muito jeito pra coisa}

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

correr na neve


Uma sensação a experimentar brevemente... nuns ténis perto de mim.

final.doc


Mais na muche era impossível... Grrrr!

50 sombras


Ando a ler o primeiro livro da trilogia "As Cinquenta Sombras". Já vou bem adiantada e estou a gostar. Nunca tinha lido um romance erótico. Para evitar apetites vorazes {pela leitura, claro}, comprei logo os três livros. Assim posso ler todos de uma assentada. 

a não evolução

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

crush cinéfilo

wmagazine.com/screentests/

{há blogues em que sou mesmo viciada, este da Anita é um deles, 
ela escreve o que eu gosto de ler}

lo imposible


Vi este fim de semana e é um filme do caraças - O Impossível. O facto de ser uma história verdadeira é logo meio caminho andado para me obrigar a ver. É emocionante e muito chocante. Tenho a certeza que há muito boa gente que não o consegue ver até ao fim... é duro, foi tudo muito duro. Eu gostei muito e não contive as lágrimas no momento em que o Lucas abraça dos manos pequeninos. Não consigo ver crianças a chorar e em sofrimento... leva-me tudo. Coitada daquela gente, bolas.





the script

https://twitter.com/thescript
Fui pela 1ª vez ao Campo Pequeno. Ver um concerto, claro. Tourada não é, de todo, a minha cena. Ao fim da tarde de sábado recebo um sms com um convite para ver The Script. Como ver concertos é algo que me apetece quase sempre, claro que fui. Fui e gostei bastante. O espaço é espetacular e ainda por cima calhou-me um camarote mesmo de frente para o palco. Melhor era impossível. A banda de abertura - The Original Rudeboys foi bem fixolas e os The Script foram recebidos em pura apoteose. Não sou fã da banda e conheço 2 ou 3 temas, mas lá que os rapazes estavam felizes por cá estar e deram um bom concerto, não dá para negar. Dá gosto ver bandas assim.

45' sem parar


O objetivo a que me tinha proposto está cumprido. Correr 45 minutos sem parar, sem ficar com os bofes de fora e sem falecer. Está cumprido e com bastante sucesso, tenho-vos a dizer. Estou contente! Pois que agora, todo um mundo novo se abre e com ele algumas dicas das boas. 


Este último é uma delícia, vale a pena ler. Conhecem mais sites deste tipo, com boas dicas sobre corrida, que queiram partilhar? Estejam à vontade.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013